A mulher que conhecia o Sim

Cada segunda feira, um milagre.

Na hora reservada para esquecer da insignificância da nossa mente, do nosso corpo, das nossas coisas e das coisas dos outros, fui seguir com o meus tratamentos e meditações. Nessa hora nossa mente, corpo e coisas do universo ao redor saem do centro e circulam elipticanente em torno do nosso centro real, nossa alma eterna, gravitando em relativa importância – podemos ver, ouvir e compreender com o coração.

A moça segurou as minhas mãos e sua alegria confiante e cheia de compreensão das incontáveis tristezas desse mundo segurou meu coração. Olhos miúdos cuja luz não se via naquela penumbra, mas que da boca pequena se ouvia a melodia desta alegria purificada pela experiência do fogo de muitas tristezas das quais, entretanto, não se sentia o menor vestígio, apenas se pressupunha pela pureza que vem do saber e não do ignorar.

Senti-me incitada a levantar o espírito, abri-lo como se faz com a porta que recebe uma pessoa de bem. Pensei em Jesus, tão retratado como um ser cheio de pesar pela miséria humana. A alegria dele devia ser assim, ou tão maior que mal consigo imaginar … alegria que levanta e abre, reconhece e dá-se a conhecer generosamente com a coragem, não a que enfrenta o medo mas a que põe o coração no comando da ação, marcando o pulsar: “agem… Agem… Ajam..”. Alegria cheia do amor abnegado, que crê no poder do Ser e gera energia do sim … Sim, agem… Sim, ajam… Sim, aja.. Sim, cure… Sim, perdoe… Sim, caminhe… Sim, gere… Sim, caminhe … Sim, ame … Sim, Sim, Sim … Sim, você… Sim, eu … Sim, nós … Sim, vida … Sim, sim, sim …

Fiquei atordoada, às vezes a luz expõe todas as nossas fraquezas.. Mas as mesmas mãos que receberam, ampararam sutilmente e sorrindo… Pensei ainda trêmula, das energias de hoje e graças dos últimos dias … Quero achar esta alegriaxem mim e deixar que ela fale sempre que for necessário vibrar algo, seja no falar , seja no pensar , seja no ouvir , seja no ver , seja no caminhar, seja no amar …

Que alegria mais bonita. Nao me saia do pensamento… Jesus, é assim a sua alegria? Pensei nas multidões que ele atraia e ele ainda atrai hoje, mesmo sendo nós, veículos tão precários para a transmissão dessa alegria pura, cheia de sim, de pulsar, de noVIDAde… Mesmo sendo nós pouco capazes de compreendê-la, reconhecê-la, e necessitarmos de pesar para nos sentirmos compreendidos … Multidões que procuram forças pra levantar suas próprias forças e abrir os caminhos que as façam expandir, germinar, procriar… Sim, Ser… Na esperança de um futuro que vai sendo feito no presente. Presente em sabermos que um dia acharemos e viveremos a mesma alegria, o mesmo Sim que Jesus tem …

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s