Se Mkt Digital quer ser humano, por que não a Educação?

Nesta manhã durante o café com twitter, caiu na minha time line pelo tedxter Lonnie Hodge, chinês de coração, o retweet deste interessante blog, 6 pixels of Separation, que escreveu o post, Don’t Forget To Be Human,  que traduzo muito livremente a seguir.

Ele me reforça que que perdemos tempo com o falso dilema de que se humanizamos a educação, perderemos profissionais competentes e deixaremos de criar valor.

Tecnologia torna fácil:

– Dizer “não”.

– Ignorar alguém.

– Falar o que você quer sem olhar as pessoas nos olhos.

– Ser espontâneo.

– Abandonar.

– Gabar-se.

– Ser ganancioso.

– Mandar spam para as pessoas.

– Ser rude.

– Mandar alguém embora.

– Se fechar para a opinião de outras pessoas.

Não deixe a tecnologia nos tornar menos humanos.

Nós tivemos uma semana dura. De países falindo e pessoas famintas a alertas de mau tempo, para ver pessoas que admiramos chamarem isso tudo de “um dia”. No fim, nós só temos uns aos outros ( e não estou somente falando de sua família, amigos e conhecidos). Todos nós estamos nisso juntos. Sempre me enfureço com os instrumentos que tentam enlatar o que acontece em redor, partindo do que acontece dentro da gente. Embora eu não seja bom em agradecer a todos os que me retuítam ou respondem aos meus posts no Facebook, faço o meu melhor em admitir meu apreço por todas as interações e conexões que acontecem nestes canais digitais.

Com isso…

Faço o meu melhor para me conduzir profissionalmente nos canais on line, e mais, da mesma forma, nos canais offline. O que isso significa? Recentemente alguém me perguntou se eu estaria disposto a revisar seu currículo. Embora sempre me sinta feliz em ajudar um amigo, advirto-os de que não reviso currículos há muito tempo e sequer tenho um. Quando pressionado pela hipótese de precisar de um, respondo que qualquer um interessado em quem sou, em minha experiência profissional e qualificações, encontra em uma simples pesquisa on line. Este sou eu. Quando pressionado pela hipótese de precisar aprender mais sobre alguém, dou a mesma resposta. Para o meu dinheiro, não há melhor curriculo que um blog, tweets ou página no Facebook. Este sou eu, é o que eu penso. Todos podem encher uma página em branco com elogios aos seus feitos, o que leva uma pessoa única, constante e consistentemente a construir credibilidade através destes canais online.

Seja humano.

Ser humano não significa que você tenha que divulgar cada pequeno detalhe das informações pessoais sobre você mesmo. Não se trata de expor ao mundo sua vida pessoal. Não significa que você deve revelar tudo sobre sua vida profissional e sobre o que está se passando com você. O quanto você revela, não tem nada a ver com agir como um humano. As pessoas costumam confundir isso e não deveriam. As marcas que nos atraem são as que mais falam conosco – como indivíduos. Marcas não são pessoas, mas podem trilhar um caminho mais humano, alavancando o poder que os indivíduos tem de fazê-las darem certo. Temos visto que esta mágica acontece. Infelizmente, também vemos isso falhar quando as marcas pensam que o discurso corporativo ou o marketing mambo-jumbo (algo como mkt que atira apelos emotivos por todos os lados a fim de capturar consumidores), é o caminho para se conectar. Se fizer algo sobre isso neste próximo fim de semana, pergunte a si mesmo o quanto age mais “humano” e real nestes canais online. Questão bonus: como as marcas que represento podem ser mais humanas também?

O verdadeiro sucesso no Marketing Digital vem de ser humano. Isso não é tudo, mas é um grande começo.

Anúncios
Esse post foi publicado em educação e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s