Fim igual ao começo II

Uma de minhas amigas me mandou uma pergunta: "ao dizer que o fim é igual ao começo, você não está negando a educação?" pois o princípio fundamental da educação é que ninguém é determinado e sim condicionado e portanto, toda a mudança é possível. Que história é essa, então, de que não podemos mudar um fim? E a fé?
 
Respondi que estava apenas chorando uma perda. Sim, a educação de verdade gera mudanças pois não transfere conhecimento, não treina: ela programa a capacidade de aprender e gerar conhecimento, especialmente o que tornará a pessoa protagonista de sua própria vida, produtora de cultura. Logo, uma pessoa educada é capaz de mudar qualquer coisa, liderar pessoas por exemplo para um objetivo. E a fé? Pode sim mover montanhas, assim como o amor verdadeiro pode mobilizar.
 
Mas em termos de relacionamentos de amizade, amor, consigo mesmo e suas escolhas de vida, o processo é outro, é preciso espontaneidade, afindade entre aspectos mais importantes pra alguém, sem falar, nas ligações entre suas histórias. Há coisas fora do nosso alcance que não podemos controlar, determinar e na minha opinião, ninguém melhor do que Deus para cuidar de tudo. Ainda bem, se não o caos seria total e mais perverso do que julgamos ser em certas horas.
 
Penso que assim como dinheiro não compra saúde, educação não conquista amor. Amor faz parte de encontros, idas e vindas, escolhas, tempo certo. Uma educação verdadeira nos ensina a amar indistintamente, nos disponbilizar para a vida e para as pessoas, fazendo escolhas cada vez mais harmoniosas com quem realmente somos na essência – e viver de acordo com a nossa essência é a busca que empreendemos, as aprendizagens às quais nos lançamos.
 
Meu amigo foi um tolo, respondo à minha prima, porque perdeu a visão de si mesmo e escolheu caminhos que o levaram pra longe de si mesmo. Amigo de infância, era um menino doce, com um talento excepcional para poesia e paixão pela Marinha que foi colocado em dúvida pela professora de então "Você copiou de onde?", perguntou ela "Marinha? Por que você acha que consegue seguir carreira lá?" Seu olhar era arrogante, jamais vou esquecer. Depois de alguns anos e insucessos, a frustração que acumulou foi tanta que as opções que foram aparecendo em seu o caminho eram afins com esses sentimentos, que o brutalizaram tanto, que se tornou destemido com gente de má índole e acabou sendo assassinado. Tolo.
 
Se estamos vivos, cada dia que vemos nascer é uma página em branco. Uma oportunidade para aprender, mudar, fazer novas histórias e novas descobertas.
Acredito que deve ser constante a atenção às nossas escolhas aos encontros, pra onde nos levarão? Para que final?
 
Para muitas questões não teremos clareza ao escolher, apostaremos e verificaremos acerto ou erro. Muitas nos assaltarão de forma que não teremos como evitar o fim que trazem.
 
Se estamos enfrentando um fim que não podemos evitar ou remediar, nada melhor do que o amor e o calor da presença de pessoas queridas para atravessá-lo até ao menos ver a margem de um novo começo.
 
 
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Fim igual ao começo II

  1. Cla disse:

    Se a educação fosse realmente tão fundamental, não teríamos tantos "super-graduados" dirigindo bêbados por aí, matando, dissecando e esquartejando ex-amantes, drogando crianças que vão ao seu consultório para molestá-las, enfiando dinheiro em meias e cuecas, para mais tarde irem parar num caixa 2, ou 3, ou 4…Se eu pensar, enquanto espírita, na Lei de Ação e Reação, acho que posso dizer que se o fim não é igual ao começo, ele assim o está sendo (ou é) em resposta a um início, a uma ação anteriormente praticada. A educação, bem como os aprendizados que vamos tendo ao longo da vida, podem servir como minimizadores das dores nesse nosso final. Se não diminui sua intensidade, ao menos diminui a incompreensão e a revolta diante de sua existência. A educação (quadradinha, aprendida na escola), pobrezinha, nada vale sem a compreensão e o resgate do si-mesmo…Beijo!Ótimo feriado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s